Aluno atira em colegas dentro de escola em Goiânia, mata dois e fere quatro

 

Um estudante de 14 anos atirou no fim da manhã desta sexta-feira (20) dentro do Colégio Goyases, escola particular de ensino infantil e fundamental, em Goiânia. De acordo com o Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, dois estudantes morreram e outros quatro ficaram feridos na unidade, localizada no Conjunto Riviera, bairro de classe média.

O crime ocorreu às 11h50. Testemunhas relataram ao G1 que o adolescente, que cursa o 8º ano e é filho de policiais militares, estava dentro da sala de aula e, no intervalo, tirou da mochila a arma, uma pistola .40, que pegou da mãe em casa, e efetuou os disparos. Em seguida, quando ele se preparava para recarregar o revólver, foi convencido pela coordenadora a travar a arma.

Os estudantes João Vitor Gomes e João Pedro Calembo, ambos de 13 anos, morreram no local. Já outros quatro alunos, sendo três meninas e um menino, ficaram feridos e foram socorridos (veja os estados de saúde abaixo).

Os carro do Instituto Médico Legal (IML) deixou o colégio com os corpos dos estudantes por volta das 16h40.

Mulher é consolada na frente do Colégio Goyases, em Goiânia, onde aluno abriu fogo contra colegas em sala de aula (Foto: Cristiano Borges/O Popular/Estadão Conteúdo)

Luto

Nesta tarde, o presidente da República, Michel Temer (PMDB), lamentou nas redes sociais a tragédia em Goiânia. Ele se disse "consternado" e expressou "solidariedade às famílias".

www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/mp-pede-interna%C3%A7%C3%A3o-provis%C3%B3ria-de-garoto-que-matou-colegas-em-goi%C3%A2nia/ar-AAtOe0Q

Autor / Fonte: Por G1 GO

Leia Também

Comentários