Cirurgias eletivas passam a ser realizadas por meio de Videolaparoscopia

Cirurgias eletivas passam a ser realizadas por meio de Videolaparoscopia

De acordo com o Cirurgião Rubens Bucar, a técnica é minimamente invasiva e acontece com o auxílio de uma "Endo câmera" no abdômen que reproduz imagens internas do corpo do paciente em uma tela de LED em alta definição. “As cirurgias realizados por meio de vídeo permitem que o procedimento seja feito apenas com pequenas incisões, sem a necessidade de cortes maiores para acessar o órgão operado, o que é bem menos doloroso para o paciente. A recuperação é mais rápida e o tempo de internação é menor.” Disse Rubens.

A primeira paciente a realizar o procedimento pelo SUS em Ariquemes, foi a dona de casa Leidinéia Santos. Ela conta que sentiu dores há cerca de duas semanas, procurou uma Unidade Básica de Saúde e depois de fazer alguns exames, foi diagnosticada com pedras na vesícula. A regulação foi feita e a cirurgia por vídeo marcada. “Fui bem atendida, estou muito feliz por ter resolvido meu problema, as coisas estão difíceis e eu não tinha dinheiro para fazer o meu tratamento em hospital particular.” Disse Leidinéia.

O equipamento de vídeo para a realização dos procedimentos é de ultima geração e custou cerca de 185 mil reais. A aquisição foi feita através de emendas parlamentares.

De acordo com o Chefe do Poder Executivo, Thiago Flores, o investimento é necessário para melhorar a qualidade do atendimento ofertado pelo SUS. “Hoje o centro cirúrgico do Hospital Municipal é um dos melhores do estado em termos de equipamentos. Sabemos que a demanda é grande e por isso os investimentos são contínuos.” Enfatizou Thiago. 

Autor / Fonte: Assessoria/Prefeitura

Leia Também