Diz o dito popular: “Quem não chora não mama”

Lenha na Fogueira

Diz o dito popular: “Quem não chora não mama”. Por isso mesmo, postei no face “Tu vai no meu show sábado no Mercado Cultural? Vai la por favor. Sete da Noite”.

*********

O choro valeu a pena, dezenas de amigos estão curtindo, comentando e compartilhando. Vamos nessa que garanto que a festa vai ser das melhores.

*********

Quero dizer, que todos são convidados especiais. Vai começar o grande ritual venham pajés, curandeiros, umbandistas, pintores, escritores, estilistas! Venham todos os artistas… E o público de modo geral.

********

O produtor do show que vamos apresentar no Tributo ao Menestrel, é o meu filho Silvinho Santos, não é porque é meu filho não, é que o garoto é bom nesse tipo de espetáculo.

*******

Aí, terça feira, no ensaio, ele me surpreendeu ao colocar no repertório uma música minha, que nem lembrava mais. “Trem Fluvial” misto de xaxado e baião, música que lhe deu o título, de melhor intérprete do Festival Nacional dos Industriários. que aconteceu em Brasília se não me engano, em 2012.

********

O que conquistou os mais de 5 Mil expectadores (sentados), presentes ao centro de Convenção Ulisses Guimarães na Capital Federal foi o refrão:

********

“É bode, é gado é peão. É padre, é pastor é irmão. É moça bonita num canto. Mulher parida, muita cachaça e menino chorão”.

***********

Essa música poucas vezes cantamos e olha que ela foi elogiada por julgadores como Tetê Espíndola Kiko Zambianchi entre outros renomados da música popular brasileira, que faziam parte do júri.

************

Outra música que estará no repertório do Tributo ao Menestrel, é o Reggae “Conflito Social” que também foi vencedora em um Festival de Música do SESI. “A beradeira estava ali; aparentemente bem feliz; Comprando um ventilador; Importando da Bolívia; Ali naquele camelô… Ali também estava o índio, tava o sem teto e o sem terra; Estava o latifundiário; e o peão pra fazer guerra… E eu estou aqui, somente pra cantar; Dizer que o povo quer; Apenas trabalhar…”

**********

Aí vem o Bado cantando “Seu Engraxate” e as Pastoras do Asfaltão interpretando o Porto, Velho Porto. Me emocionei durante o ensaio ao ver minhas canções serem interpretadas por tão renomados nomes da música de Rondônia.

**********

E ainda vai ter o Zezinho dos Cobras cantando os forrós que compus pra Banda Os Cobras do Forró. Eita pau, o repertório é composto de samba de breque, bolero, forró, toada de boi e é claro, muito samba enredo na voz do Banana Split e do Thiago Paiva.

*********

As escolas de samba apresentarão seus sambas de enredo para o carnaval de 2019. No palco comigo, meu irmão amigo e parceiro BAINHA. Não sei se aguentarei tanta emoção.

*********

Volto a lembrar! Todos são convidados especiais para o Show Tributo ao Menestrel sábado, no Mercado Cultural. A Maria da Chave também já confirmou presença só falta você!

**********

Tu já viu a Dulce Silva sambando? Se não viu, vai ver sábado no Mercado Cultural, ela estará no palco sambando ao meu lado. Tudo com a devida aprovação da minha querida Ana Santos.

*********

São João Batista Canta: Meu Caiari Minha Vida de Sinhá Moça e a Abolição ao Ceará de Iracema, Por Marize Castiel, Chagas Neto, Bianor e C abo Omar. Esse é o enredo da escola para o carnaval 2019, que será apresentado em primeiras mão, durante o Tributo ao Menestrel.

*********

Amanhã falo sobre outras atrações que participarão da homenagem, que a prefeitura via Funcultural vai fazer a esse Cara de Paca – Sílvio Santos.

*********

Pelo menos nos ensaios, o encerramento está sendo com as marchinhas da Banda do Vai Quem Quer.

*********

Então a festa vai se transformar no 1º Grito de Carnaval de 2019, apesar de ainda estarmos em 2018. Vai no meu show amigo!

Autor / Fonte: Zekatraca

Leia Também

 
Loading...

Comentários