Dr. Neidson cobra providências para sanar falta de bolsas de colostomia na saúde pública

Dr. Neidson cobra providências para sanar falta de bolsas de colostomia na saúde pública

Na quarta-feira (8), o deputado Dr. Neidson (PMN) se reuniu com o secretário de Estado da Saúde, Luis Eduardo Maiorquim e o diretor do Hospital de Amor Amazônia, Jean Negreiros para tratar sobre a falta de bolsas de colostomia na rede pública de saúde.

O parlamentar foi informado que um pregão eletrônico já foi realizado e várias empresas vencedoras são de Porto Velho. De acordo com o secretário da Sesau, o recurso já foi homologado e o empenho já estaria pronto para ser entregue às empresas, que deverão disponibilizar parte das bolsas de colostomia.

“A licitação foi feita para contrato de 12 meses e as bolsas serão entregues de quatro em quatro meses. Como o empenho já será repassado nesta sexta-feira (9) esperamos que as bolsas possam ser adquiridas o mais breve possível para sanarmos o problema dos ostomizados”, disse Dr. Neidson.

Na segunda-feira (5), Dr. Neidson foi procurado por pacientes ostomizados que relataram a difícil situação vivida por aqueles que necessitam das bolsas de colostomia e dependem da saúde pública.

De acordo com as denúncias, o governo não estaria distribuindo a quantidade de bolsas suficientes para atender o número de pacientes ostomizados em Rondônia.

“A bolsa é uma necessidade e a maioria dos pacientes faz tratamento no Barretinho e precisa das bolsas por longo período”, ressaltou Dr. Neidson.

Hospital Regional

Dr. Neidson também conversou sobre as obras do Hospital Regional de Guajará-Mirim. Na próxima terça-feira (13), uma reunião com dirigentes da Sesau e representantes da empresa responsável pela obra será realizada para se chegar a um acordo.

“E caso eles entrem em acordo, ele será homologado na Justiça para garantir que a empresa retome a construção. Ao que tudo indica, a empresa está com toda a intenção de voltar à obra, inclusive, fui informado de que o forro do hospital já está a caminho”, revelou o deputado.

Dr. Neidson encaminhou R$ 700 mil de emenda parlamentar para o retorno da obra e, segundo ele, o recurso já está disponível.

O parlamentar ainda conversou sobre o Hospital de Base Ary Pinheiro, em Porto Velho e questionou se o procedimento de litotripsia percutânea já estaria acontecendo.  A técnica cirúrgica é utilizada para o tratamento da redução de cálculos, podendo ser aplicada em casos de cálculos biliares, renais e das vias urinárias, como também vesiculares.

“Essa foi uma cobrança minha, inclusive destinei emenda de R$ 100 mil para a compra de um fibroscópio que é utilizado nesses procedimentos. Fui informado que o aparelho já foi adquirido e o serviço de litotripsia já está sendo realizado”, informou o deputado.

Dr. Neidson também encaminhou mais R$ 100 mil de emenda para a aquisição de um endoscópio, aparelho utilizado em cirurgia geral. O equipamento também já foi adquirido, segundo a Sesau.

Ainda sobre o HB, o parlamentar disse que se reunirá com a equipe de urologia do hospital para saber que tipo de ajuda ele poderá oferecer à Sesau e dessa forma, garantir que o governo possa dar continuidade ao serviço em 2019.

Autor / Fonte: ALE-RO

Leia Também

Loading...

Comentários