Editorial – Você tem dois minutos para não se arrepender nas próximas 35 mil horas

Editorial – Você tem dois minutos para não se arrepender nas próximas 35 mil horas

Porto Velho, RO – Em toda a eleição que se preze jornais Brasil afora e também os noticiários regionais direcionam seus mais massivos esforços a fim de destacar a importância e as consequências do voto consciente.

Amanhã, 07 de outubro, 1,17 milhão de rondonienses irá às urnas para registrar o futuro do Estado; a grande maioria do eleitorado é formada por mulheres, quase 12 mil a mais que os homens.

Por outro lado, mesmo após todas as campanhas deflagradas para encorpar a representatividade feminina no mundo político, Rondônia amargou, de acordo com levantamento realizado pelo G1, queda de 5% em relação ao número de candidatas registrado em 2014.

Mas muito além dessa estatística que comprova a disparidade representativa e a falta de interesse específico, o eleitor precisa se preocupar também com outros índices.

Corrupção, desemprego, insegurança, saúde precária, enfim, um mundo descabido que sai facilmente dos dados apresentados em papéis para atingir a sua vida, direta ou indiretamente.

Dentro da cabine e diante da urna eletrônica, a sós com a sua consciência, esqueça os amigos, a indicação forçada do patrão, a barulheira nas ruas, a lavagem cerebral intentada por marqueteiros nas rádios e televisões e a poluição visual na timeline do seu Facebook.

Esqueça!

O voto é secreto, a despeito de todas as teorias da conspiração. É seu direito escolher um deputado estadual, outro federal, dois senadores, o governador de Rondônia e o próximo presidente da República.

Se entender que as coisas estão indo bem, oras, a Constitução Federal lhe garante, através de um ainda prematuro Estado Democrático de Direito, a mais ampla prerrogativa de continuar cometendo erros até cansar.

Por outro lado, se na sua concepção a situação chegou a um estágio insustentável com tantos desmandos e privilégios bancados pelo povo, seja corajoso e faça a coisa certa.

Após considerar tudo isso, lembre-se: neste domingo  você tem dois minutos para não se arrepender nas próximas 35 mil horas, mais conhecidas como os quatro anos vindouros – a partir de janeiro de 2019.

Autor / Fonte: Rondoniadinamica

Leia Também

 
Loading...