Feirante é condenado a 12 anos por matar motoqueiro em acidente de trânsito 

Uma tragédia de trânsito que foi parar no tribunal. Esse foi o julgamento realizado nesta quarta-feira, 19, em Cerejeiras. O réu, que estava solto, foi condenado a cumprir pena em regime fechado por ter provocado um acidente de trânsito que resultou em morte.

O episódio aconteceu no dia 21 de abril de 2011, por volta das 19h00, na RO-370, rodovia que vai do trevo de acesso a Pimenteiras e Corumbiara (de Cerejeiras ao trevo é a BR-435).

A tragédia ocorreu da seguinte maneira: o feirante Adriano Luiz Martinowski vinha trafegando num caminhão Ford F-1000, na direção de Cerejeiras, quando entrou na contramão, batendo de frente com o motociclista Walterivan José dos Santos, que ia em uma motocicleta Honda CG Titan, sentido Corumbiara.

Com a força do choque, o motociclista morreu logo em seguida.

No julgamento desta quarta, o feirante, que vende melancia na feira de Cerejeiras, foi condenado a cumprir 12 anos de prisão em regime fechado. Por maioria, o juri entendeu que o feirante deve ser responsabilizado por dolo eventual, ou seja, ele assumiu o risco de matar. O réu, Adriano Luiz Martinowski, que aguardava o julgamento em liberdade, vai cumprir a pena na cadeia pública do município.

Autor / Fonte: Folha do Sul / Rildo Costa

Leia Também

Comentários