Hermínio Coelho convoca servidores da Eletrobras/Ceron para aprovar PEC que obriga o Estado de Rondônia a mantê-los na folha de pagamento

Hermínio Coelho convoca servidores da Eletrobras/Ceron para aprovar PEC que obriga o Estado de Rondônia a mantê-los na folha de pagamento

Porto Velho, RO – “A luta continua”, foi a frase usada pelo deputado estadual Hermínio Coelho (PCdoB) após o resultado das eleições apresentado no último domingo, 07 de outubro.

Embora não tenha conquistado a reeleição, o parlamentar garantiu apoio aos servidores da Eletrobras/Ceron, que podem ficar sem emprego e direitos conquistados ao longo dos anos após a privatização da autarquia encampada pelo governo federal.

Peço que me perdoem pela demora, mas, finalmente, venho até vocês para agradecer todo o esforço e dedicação em nossa campanha. O resultado, claro, é um sintoma da democracia, algo que sempre defendi com unhas e dentes, doa a quem doer. Foi uma honra representar o nosso povo no Legislativo e ter contado com o carinho e a atenção de cada um de vocês.

Obrigado, de coração! – Hermínio Coelho, no Facebook

CONFIRA ABAIXO A POSTAGEM E O PRONUNCIAMENTO
 

Pensando nisso, Hermínio elaborou Proposta de Emenda à Constituição (PEC) a fim de manter os funcionários públicos nos quadros de pagamento do Estado de Rondônia assegurando, além dos proventos, as garantias absorvidas ao longo dos anos pelos servidores concursados.

O deputado alertou durante pronunciamento em sessão realizada na última terça-feira (09) sobre a necessidade de comparecimento “em peso” das pessoas interessadas ao Plenário da Assembleia Legislativa (ALE/RO) na terça-feira, dia 30 de outubro, a partir das 15h.

“Nós precisamos aprovar, urgentemente, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC), de minha autoria, a fim de que a privatização da Eletrobras/Ceron deflagrada pelo governo federal não renda uma onda de desemprego em massa, mas, principalmente, a perda de direitos, entre eles a própria estabilidade consagrada para os que exercem funções no serviço público, pois são todos servidores concursados”, declarou.

Logo em seguida, o membro da ALE/RO destacou:

“Por isso precisamos de pressão popular em peso no Plenário – de todos os envolvidos e suas famílias – para que possamos obter o apoio de 16 parlamentares, ou seja, 2/3 dos deputados, a fim de garantir que Rondônia mantenha essas pessoas na folha salarial, nos quadros do Estado”.

Por fim, deixou claro que manterá a luta pelo povo em qualquer lugar que seja, onde estiver.

“Quero deixar claro: minha voz jamais se calará quando o assunto for a defesa intransigente do povo!”, concluiu Coelho.

Autor / Fonte: Rondoniadinamica

Leia Também

 
Loading...