Sem apontar soluções, Confúcio resolve poetizar sobre alagamentos em Porto Velho

Sem apontar soluções, Confúcio resolve poetizar sobre alagamentos em Porto Velho

Porto Velho, RO – A chuva incessante que atingiu Porto Velho na noite da última quinta-feira (09) e se estendeu pela madrugada de hoje inspirou o governador Confúcio Moura, do PMDB, a escrever mais um texto em seu blog particular. Inicialmente, como de costume, o peemedebista apresentou a problemática, vivenciada de forma extenuante pela população da Capital.

Moura seguiu sua linha de raciocínio, mas, como de praxe, resolveu dar vazão à pretensa veia poética em detrimento à administrativa.

No lugar de possíveis soluções para o estardalhaço que atinge o município a cada queda d’água, Confúcio falou sobre Clementina de Jesus.

“Eu conheci Clementina de Jesus, não pessoalmente, mas, a vi cantar, bem idosa, com um vozeirão grave e um samba que lhe saía da alma e da vida. Os nossos pontos fracos – que ontem, ouvi Domenico De Masi dizer, o mais grave deles é a crise do conhecimento. O Brasil tem a sua mais profunda crise, que está na educação, depois vem as outras, corrupção e violência”, destacou.

Confira abaixo a íntegra da postagem

Autor / Fonte: Rondoniadinamica

Leia Também

 
Loading...