Vilhena sedia a 4ª edição dos Jogos Estaduais Paralímpicos em agosto deste ano

Vilhena sedia a 4ª edição dos Jogos Estaduais Paralímpicos em agosto deste ano

Nesta semana em um encontro marcante no gabinete do prefeito Eduardo Japonês, foi firmado Termo de Cooperação entre a cidade de Vilhena e o Coordenadoria Regional de Educação para realização dos Jogos Estaduais Paralímpicos entre os dias 21 e 24 de agosto.

A estimativa é que Vilhena receba nos dias de competição cerca de 700 a 800 pessoas, incluindo comissão técnica e atletas de todo o Estado. As competições serão de futsal, futebol de sete, atletismo, bocha, bocha adaptada, judô, natação e tênis de mesa.

O prefeito se mostrou solidário a todas requisições impostas e garantiu um trabalho mútuo entre a cidade e o Estado. Japonês lembrou que antes de ingressar na vida política já tinha apreço à causa. “Antes de eu ser político, sempre ajudei muito a Apae, pois tenho comigo um conceito: infelizmente não podemos ajudar todas as entidades, mesmo querendo, mas os jovens especiais não tiveram oportunidades como nós e o que podemos fazer para ajudar, temos que fazer. Nesta causa temos que nos dedicar”, explicou Eduardo.

Ficou acordado que a Prefeitura irá se adequar a um caderno de encargos, que incluem ceder instalações esportivas para a realização das atividades, realização da cerimônia de abertura, disponibilização de dez servidores, dedicar um funcionário ao setor de transportes somente para operacionalizar a logística e também ceder cinco ônibus para o transporte dos atletas. Também ficará de responsabilidade da cidade, disponibilizar o centro de convivência, o local de alimentação dos atletas, além de cooperar com os serviços médicos.

A próxima etapa é a visita técnica, marcada para acontecer no próximo dia 27. Neste encontro serão definidos os locais de realização das provas, hotéis e ajustes de acessibilidade para os quatro dias de competição.

Levantada a questão sobre os ajustes necessários a serem feitos no Ginásio Jorge Teixeira, o secretário de Esportes, Silmar de Freitas, relatou que a Secretaria de Planejamento está se empenhando em um projeto para adequar a planta do ginásio às normas de acessibilidade.

A professora Rosânia Lucas destacou que estes jogos são a chance dos portadores de necessidade poderem participar de atividades fora de casa e interagir com mais pessoas. “Desde 2010 venho tentando fazer alguns jogos para esse público e agora estou tendo a oportunidade de colaborar, além de trazer meus meninos para os jogos”, contou de forma emocionada.

Maria Ângela, frisou que a forma de agir das crianças especiais, caba dando ensinamentos que muitas vezes podem passar por despercebido. “São lições que a gente aprende nestes jogos: a alegria que eles têm, a organização, o respeito com os colegas e a dedicação que eles passam é muito tocante”, relembra.

HISTÓRICO - Vilhena receberá a quarta edição do evento, sendo que as três anteriores aconteceram nas cidades de Ji-Paraná (em 2016 e 2018) e Cacoal (2017), sempre junto com o Joer (Jogos Escolares de Rondônia). Entre os anos de 2013 e 2015, os jogos aconteciam em datas à parte do Joer e se chamavam Jogos Escolares Especiais.

Na reunião também estavam presentes a professora Marizete Rover, Coordenadora Regional de Educação, Maria Ângela Faust e Evandro Marcos,  Chefes do Núcleo de Educação Física e Cultura Escolar, Delcio de Oliveira, responsável pelo Departamento de Desporto Escolar e a técnica paralímpica Roberta Sgamate.

Autor / Fonte: Assessoria

IDETRO WORKSHOP

Comentários

Leia Também

 
Loading...